Continue lendo...
Moinhos na Arte Holandesa
0
Arte, Cultura, Patrimônio Histórico

Moinhos na Arte Holandesa

Os moinhos de vento são um símbolo dos Países Baixos, fazem parte da herança cultural há mais de 3 séculos. São patrimônio cultural da humanidade pela Unesco desde 1997.

O valor cultural desses monumentos não passaram desapercebidos pelos artistas holandeses que desde o século XVII retratam em suas telas, a vida holandesa junto aos moinhos.

Portanto, vale salientar as diferenças entre os moinhos de vento e de água, ambos usados na vida do campo.

  • Os moinhos de vento, utilizam o vento como fonte de energia, a chamada energia eólica e os moinhos de água, onde o uso da água corrente, gerava a energia hidráulica.

A função principal do moinho era drenar a água dos canais para evitar a inundação das plantações e das casas dos agricultores. Servia para moer grãos e serrar madeira.

Como diz o ditado “água parada não move moinhos!”

Logo, os grandes mestres da pintura holandesa mostraram todo seu amor à cultura de seu povo e nos presentearam com obras belíssimas que estão expostas em museus de todo mundo e um grande acervo em solo holandês.

Conheça algumas obras dos pintores holandeses que retrataram seu apreço ao ícone do país!

Veja abaixo algumas obras de renomados artistas holandeses e seus moinhos.

1- Piet C. Mondriaan (1872-1944) – Moinho a luz do sol ( 1908)

Moinhos na arte holandesa
Moinhos de Piet Mondriaan na arte holandesa

Em 1909, Mondriaan organizou uma exposição em Amsterdam com alguns amigos e os críticos de Arte mostram pouca compreensão pela obra apresentada.

Alguns pensavam que Mondriaan estava delirando. “Não entendo nada sobre um moinho azul, vermelho e amarelo” Frederik van Eeden psiquiatra influente, descreve o trabalho de Mondriaan como uma expressão de doença psicológica.

O vermelho e azul intenso do moinho em contraste com as áreas variadas de azul e amarelo do fundo, é a maneira de Mondriaan retratar o olhar contra a luz forte do sol.

Essa pintura faz parte do acervo do Kunstmuseum em Haia, onde há o maior acervo de Piet Mondriaan. Vale conferir este museu quando estiver por aqui.

 

2- Vincent van Gogh ( 1853-1890) Le Blute-fin Mill (1886) -O moinho de La Galette

Moinhos de Vincent van Gogh
Moinhos na história da arte holandesa. De Van Gogh.

Em 1975 o ex-diretor do Museu Boijmans, Dirk Hannema especialista e grande colecionador de Arte, comprou esta pintura da galeria de Arte Hein em Paris.

Ele atribuiu a pintura a Van Gogh, no entanto, essa pintura não recebeu nenhuma atenção da época.

Somente em 2010, ficou comprovada a autenticidade da obra pelos pesquisadores e especialistas do museu de Van Gogh em Amsterdam.

Van Gogh não pintou muitos moinhos, por isso esta pintura é uma das raridades do pintor holandês.

 

3- Paul Joseph Constantin Gabriel ( 1828-1903) -No mês de Julho ( 1889)

Moinhos na arte holandesa
Een molen aan een poldervaart, bekend als ‘In de maand juli’

 

O artista aquarelista formado na escola de Artes em Haia, mostra um moinho de vento em um dia ensolarado de verão, tendo como pano de fundo um amplo céu azul com algumas nuvens.

Gabriel procura constantemente um equilíbrio entre cor e forma. Usa cores vivas e brilhantes ao contrário de outros colegas.

Claramente se desvia dos tons de cinza que são típicos das obras de outros artistas formados pela Haagse School.

Piet Mondriaan ficou fascinado por esta pintura e ficou feliz em saber que o Rijksmuseum comprou esta obra.

Essa pintura retrata fielmente como é a vida holandesa com seus moinhos de vento. Para muitos que visitam apenas Amsterdam, não possuem ideia de que a maior parte do território holandês é assim como esta obra. Imensos campos verdes com seus moinhos de vento.

 

Quer saber onde encontrar os moinhos de vento pela Holanda? 

 

4-  Jacob Isaacksz van Ruisdael ( 1628/29-1682) -O moinho de vento em Wijk em Duurstede ( 1668)

De molen bij Wijk bij Duurstede

 

Esta é uma pintura mundialmente famosa, Ruisdael reuniu de forma inteligente e impressionante todos os elementos holandeses, a terra sem montanhas, as águas, o céu cinza e o moinho.

  • Representar a paisagem holandesa com um moinho era a coisa mais natural para o artista.

A paisagem holandesa estava repleta de moinhos de vento. A propósito só ficou evidente no século XIX que Ruisdael havia pintado este quadro.

  • O engenheiro de aviação Jan Drees, um conhecedor de moinhos históricos afirma que é a representação mais antiga existente de moinho de vento com as hastes em um quarto de largura.

Centenas de artistas holandeses nos brindaram com seus talentos em registrar a marca ícone do país. Quando estiver em um museu holandês, preste atenção nos detalhes destas pinturas, são de uma riqueza impressionante.

Os moinhos são parte integrante da vida e cultura holandesa, além de acrescentar um charme na paisagem. E, você já visitou algum moinho?

Este texto foi apenas uma amostra da cultura holandesa em forma de obra de arte. Gostou? 

Abaixo 2 vídeos para descobrir curiosidades dos moinhos. 

 

Quer saber mais sobre os moinhos? Quantos existem atualmente? Veja o vídeo com os Segredos dos moinhos holandeses, aqui!

 

Moinho na Holanda
Moinho em Rijswijk. Arquivo Pessoal.

 

Para ilustrar esse post, um vídeo para quem aprecia Arte. Os moinhos dos artistas holandeses.

 

Leia também:

Fatos interessantes sobre o Rijksmuseum

10 Curiosidades Holandesas

A Casa de Maurício de Nassau

 

Viagem Para Holanda nas redes sociais:

Instagramhttps://www.instagram.com/viagemparaholanda/

YouTube: https://www.youtube.com/c/ViagemparaHolanda

Facebook: https://www.facebook.com/viagemparaholanda

 

Olá! Sou a Luciana, turismóloga e guia cultural nos Países Baixos. Encontre aqui, um conteúdo recheado de informações de qualidade que sirva de inspiração para realizar a viagem dos seus sonhos!
Seja muito bem vindo!

(1) Comment

  1. Michael says:

    Bom post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *